Akamai Diversity

O Blog da Akamai

Novidades em entrega na Edge

Por Corey Halverson

Tudo o que ocorreu nos últimos meses foi completamente inesperado. A tecnologia de Edge desempenhou um papel fundamental ajudando as organizações a se adaptarem à demanda de tráfego do público on-line e a manterem a continuidade dos negócios. Corey Halverson, vice-presidente de gerenciamento de produtos da Akamai, destaca a próxima onda de desafios de entrega que a Akamai está focada em resolver.

O acesso às mídias através da Internet é responsável, em grande parte, pelo entretenimento, informação e até mesmo instrução de muitas pessoas em todo o mundo hoje em dia. E em 2020, esse fato ganhou ainda mais destaque, conforme muitos em todo o mundo tiveram a necessidade de se ajustar à vida durante a pandemia. Na Akamai, vimos o conteúdo de mídia fornecido por nossa rede saltar 30% em março, criando basicamente em questão de semanas um crescimento que esperaríamos ver ao longo de muitos meses.

E embora em 2020 tenha acontecido um avanço acelerado, isso foi apenas um passo em uma jornada mais longa. Além do aumento do tráfego, as expectativas das pessoas em relação à velocidade e à qualidade de suas experiências com mídias digitais também estão aumentando. Os espectadores continuarão sendo menos tolerantes a falhas ou interrupções durante a reprodução de vídeos. A qualidade do vídeo continuará a aumentar à medida que o 4K substitui o HD. A latência de vídeos ao vivo continuará a cair para menos de 10 segundos e, em seguida, para menos de 5. O tempo para baixar jogos pesados cairá de horas para minutos. Esses são desafios assustadores que enfrentamos ao mesmo tempo, mas estamos confiantes em nossos planos para superá-los. 

Na Akamai, nosso foco em atender às demandas do futuro para entrega de mídia começa com qualidade em escala. A natureza da mídia está enraizada no volume. Há um valor social em assistir aos shows ou desfrutar dos jogos que tantos outros também assistem ou jogam. A qualidade e a escala estão ligadas como parceiras naturais, e também como adversárias: à medida que a escala cresce, a qualidade pode se tornar mais difícil de se manter. Nosso foco em mídia começa fazendo as pequenas coisas e as grandes coisas para ficar à frente das necessidades crescentes do mercado. Isso inclui esforços contínuos de expansão de rede, que começaram a se acelerar no início deste ano para atender aos enormes níveis de tráfego, impulsionados por uma mudança drástica no comportamento do usuário como resultado da pandemia. A Akamai também está melhorando a eficiência de cada servidor na rede por meio de medições e otimizações constantes. E por meio da análise de novas tecnologias, desde protocolos e implantações multicast a tecnologias baseadas em clientes, para combinar o crescimento contínuo em grande escala com a melhoria contínua da qualidade.

Mas, embora o futuro da entrega de mídia comece com qualidade em escala, certamente não se encerra por aí. As aplicações de mídia não estão apenas maiores, mas também melhores. Melhores em termos de acessibilidade, interatividade e usabilidade. Espera-se que seja possível pausar/retroceder/avançar rapidamente o vídeo e retornar de onde parou, em casa ou em qualquer lugar. Tudo isso e muito mais tornam a "aplicação de mídia" única, operacionalmente falando. 

Bilhões de solicitações estão acontecendo nos bastidores para reprodução em diferentes tamanhos de tela e dispositivos. Fornecer visibilidade a toda essa atividade de forma prática é essencial para atender às necessidades do futuro. Estamos tornando o acesso a arquivos de log em tempo real fácil e integrado a todas as entregas de mídia. Estamos liderando esforços para adicionar dados conectivos a todas as solicitações para que as reproduções de vídeo possam ser reconstruídas e compreendidas. E estamos orientando a definição de indicadores-chave de desempenho que preenchem a lacuna entre os negócios de vídeo (e videogames) e o papel tecnológico de uma rede na Edge. A qualidade em escala requer visibilidade, para a Akamai e para nossos clientes, e fornecer isso, de logs a KPIs, é um foco importante agora e para os próximos anos.

Essa maior visibilidade das aplicações de mídia e de rede distribuída da Akamai também será conectada a controles mais programáticos de acordo com a maneira como a Akamai faz parte das aplicações de mídia dos clientes. As interfaces programáticas para implantar novos serviços ou configurar os serviços existentes na plataforma Akamai são outra grande área de foco nos próximos meses e anos. Os produtos da Akamai fazem parte da arquitetura técnica das aplicações de mídia e serão cada vez mais parte ativa da funcionalidade das aplicações. Vemos isso hoje com o uso do nosso recurso de revogação de acesso, o primeiro do setor, para fornecer controle detalhado de como o streaming de vídeo está sendo usado.

A qualidade em escala com visibilidade e controles programáticos será o foco principal dos recursos de entrega na Edge da Akamai nos próximos anos. Mas também vale a pena observar que as aplicações de mídia, que agora estão sendo executadas predominantemente em uma plataforma de nuvem pública, são cada vez mais complexas em sua essência. A Akamai é líder em serviços de origem há mais de uma década, ajudando a conectar espectadores e jogadores a infraestruturas de aplicações. O Media Services Live liderou a ingestão confiável de vídeo ao vivo e permitiu pedidos de reduções de magnitude em latência de streaming ao vivo. O Cloud Wrapper proporcionou grandes economias de custo e maior confiabilidade nas arquiteturas de aplicações de mídia nos últimos anos. O Global Traffic Management fornece roteamento resiliente de solicitações para origens com base em regras ou desempenho. Esses são exemplos de investimentos em serviços de origem que continuarão representando grande parte do suporte a aplicações de mídia por muitos anos. As aplicações de mídia exigem uma solução de serviços de origem distribuída que forneça transferência e roteamento, conforme apresentamos hoje. Olhando para o futuro, esse também é o lugar para recursos de segurança aprimorados, orquestração de solicitações e controles volumétricos que permitem que as aplicações de mídia inovem em uma arquitetura de microsserviços.

Os microsserviços por trás das aplicações de mídia devem ser projetados para flutuações de escala que são vistas exclusivamente no setor de mídia. Esses serviços podem ser um placar de pontuação, chamadas de publicidade, beacons de reprodução, conteúdo em destaque ou uma infinidade de outros serviços que melhoram a experiência da aplicação de mídia. E essas chamadas de API geralmente são cargas muito pequenas, armazenáveis em cache por apenas um curto período de tempo e ainda mais sensíveis à confiabilidade, pois são incorporadas ao funcionamento da aplicação. É por isso que vamos introduzir um novo e distinto produto de entrega de API concebido para o rigor das aplicações de mídia, mas adequado e valioso para todas as aplicações da Internet. Funcionalidade, hardware e roteamento exclusivos serão empregados em preparação para os aumentos contínuos de escala que certamente estão chegando.

Por isso, enquanto aguardamos com expectativa um momento em que praticamente todos os meios de comunicação que o mundo consumir serão fornecidos pela Internet, continuaremos a investir numa rede global que priorize:

  • Qualidade e escala
  • Visibilidade e controles programáticos
  • Serviços de gerenciamento sofisticados para alcançar as origens
  • Confiabilidade e desempenho de API para oferecer suporte à adoção de microsserviços por nossos clientes

Essas ações isoladas não criarão as experiências de mídia atualmente inimagináveis do futuro próximo, mas acreditamos firmemente que o futuro não parece possível sem elas.

Haverá mais oportunidades de interagir conosco no Edge Live | Adapt. Inscreva-se para conferir como os clientes estão usando avanços recentes, participar de análises técnicas detalhadas e ouvir nossos executivos falarem sobre como a Akamai está evoluindo para o futuro.